Curiosidade litúrgica

O tecido usado para amarrar as mãos do sacerdote no dia da sua ordenação é chamado “manutergium” (do latim “manu” e “tergium”, que significa “toalha de mão”). Esse pano deve ser guardado pela mãe do sacerdote durante toda a sua vida e enterrado junto consigo, entrelaçado em suas mãos, como sinal de que aquela é a mãe de um sacerdote.
Segundo a tradição, quando a mãe se apresentar diante de Deus, Ele perguntará: “Eu te dei a vida. O que você me deu?”
Então ela vai entregar o manustérgio e responder: “Senhor, eu te dei o meu filho como sacerdote”.

Por: Marcos Mendes