Criança

 

Fundada em 1983, na cidade de Florestópolis, Paraná, pela médica sanitarista e pediatra, Dra. Zilda Arns Neumann, e pelo então Arcebispo de Londrina, hoje cardeal emérito, Dom Geraldo Majella Agnelo, a Pastoral da Criança está presente em todos os estados brasileiros e em outros 17 países da África, Ásia, América Latina e Caribe.

É um organismo nacional de ação social da CNBB, que alicerça sua atuação na organização da comunidade e na capacitação de líderes voluntários que ali vivem e assumem a tarefa de orientar e acompanhar as famílias vizinhas em ações básicas de saúde, educação, nutrição e cidadania.

O objetivo principal da Pastoral da Criança é o “desenvolvimento integral das crianças, promovendo, em função delas, também suas famílias e comunidades, sem distinção de raça, cor, profissão, nacionalidade, sexo, credo religioso ou político”.


Dia a Dia da Pastoral…

Todo o trabalho da Pastoral da Criança se inicia com um mutirão de captação das famílias carentes do bairro: os líderes agentes da Pastoral visitam as famílias, cadastrando crianças que tenham de 0 a 6 anos e gestantes que necessitam de apoio em ações básicas de saúde, educação, nutrição e cidadania.

Com base no cadastro das crianças e gestantes, os líderes se dividem em duplas e fazem mensalmente as visitas domiciliares às famílias. Na visita, o líder tem a oportunidade de conversar sem pressa com a gestante, os pais e familiares da criança. Com isso, ele pode conhecer melhor a situação de vida e as necessidades das famílias para poder ajudá-las. Desse modo, ele também ajuda a reforçar laços de confiança e amizade entre eles. No caso das gestantes, os líderes as orientam sobre a importância do pré-natal, de um parto de qualidade e do aleitamento materno. Orientam sobre os direitos e deveres, os cuidados na gravidez, alimentação, higiene, vacinação.

Cada trimestre da gravidez é acompanhado com base em um Guia da Pastoral nacional, englobando o desenvolvimento do bebê no útero, as queixas mais comuns, os sinais de risco e o preparo para o parto e pós-parto. Além disso, é papel do líder dar apoio psicológico e melhoria da auto-estima à gestante.

A cada visita mensal, o líder entrega para a gestante uma cartela com informações preciosas sobre o período de sua gravidez e desenvolvimento do bebê, chamado “Laços de Amor”.

No caso das crianças de 0 a 6 anos, os líderes orientam as mães, pais e familiares a acompanhar e cuidar do desenvolvimento da criança em cada etapa da vida. Orientam sobre os direitos, o desenvolvimento e aprendizagem da criança, os sinais de risco para a saúde, e dão informações para a prevenção e tratamento de doenças mais comuns e perigosas para a fase de desenvolvimento. Realizam também avaliação nutricional, orientação sobre higiene, saúde bucal e imunização, acompanhando de perto a carteira de vacinação da criança.

Além das visitas domiciliares, a Pastoral da Criança promove também mensalmente a chamada “Celebração da Vida”, momento em que as famílias e líderes se reúnem para celebrar o desenvolvimento de suas crianças. É nesse momento que as crianças e gestantes são pesadas para acompanhamento da curva de nutrição.

Internamente, os líderes se reúnem também uma vez por mês para a RRA – Reunião de Reflexão e Avaliação, tendo a chance de discutir em grupo os problemas e avanços das famílias, e assim aprendendo juntos e buscando sempre a melhoria de sua atuação junto às famílias.


Missão

“Para que todas as crianças tenham vida em abundância” (Cf. Jo 10, 10).

A missão da Pastoral da Criança é promover o desenvolvimento das crianças, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, do ventre materno aos seis anos, por meio de orientações básicas de saúde, nutrição, educação e cidadania, fundamentadas na mística cristã que une fé e vida, contribuindo para que suas famílias e comunidades realizem sua própria transformação.

Visão

A Pastoral da Criança trabalha por um mundo sem mortes materno-infantis evitáveis e onde todas as crianças, mesmo as mais vulneráveis, viverão num ambiente favorável ao seu desenvolvimento” (Cf. Isaías capítulo 65, a partir do versículo 16).

Crenças

• Partilha e Solidariedade.
• Deus se revela preferencialmente aos pobres.
• Fé é Vida: vivenciar a fé, por meio de ações concretas na comunidade.
• A glória de Deus é a vida.

Valores

• Adesão à missão da Pastoral da Criança.
• Ética (transparência, honestidade, justiça, equidade).
• Simplicidade.
• Não discriminação.
• Compromisso com os resultados.
• Perseverança.
• Valorização das crianças, gestantes e das famílias.
• Alegria em servir.
• Multiplicar o saber.
• Ir ao encontro, buscar proximidade.


Estrutura Paróquia São José do Ipiranga

Atualmente, há 13 líderes cadastrados na Pastoral da Criança São José do Ipiranga, todos formados por agentes capacitadores da Pastoral Regional, em novembro de 2014.

Bernardo Gonçalves Batista

Edna

Gisele Cruvinel Signorini

Isa Abreu Losacco

Katia Maurici Cury Storelli

Lívia Ematné de Matos

Luciana Oliveira Camargo

Maria do Carmo

Marta

Neuza Nascimento

Poliane Oliveira Eufrásio Batista


Entre em contato