PAIXÃO, MORTE E RESSURREIÇÃO COM OS ÍCONES BIZANTINOS

QUINTA-FEIRA SANTA, A CEIA

“ Isto é o meu corpo dado por vós”
“Esta taça é a nova Aliança em meu sangue derramado por vós”    
Lc 22,19-20

SEXTA-FEIRA SANTA, A PAIXÃO

Revestem-no de púrpura e lhe põem sobre a cabeça uma coroa de espinhos ” Mc 15,17        

Jesus morre na cruz

“Havendo Jesus tomado do vinagre, disse: “Tudo está consumado”. Inclinou a cabeça e entregou o espírito. 31. Os judeus temeram que os corpos ficassem na cruz durante o sábado, porque já era a Preparação e esse sábado era particularmente solene. Rogaram a Pilatos que se lhes quebrassem as pernas e fossem retirados. 32. Vieram os soldados e quebraram as pernas do primeiro e do outro, que com ele foram crucificados. 33. Chegando, porém, a Jesus, como o vissem já morto, não lhe quebraram as pernas, 34. mas um dos soldados abriu-lhe o lado com uma lança e, imediatamente, saiu sangue e água. 35. O que foi testemunha desse fato o atesta (e o seu testemunho é digno de fé, e ele sabe que diz a verdade), a fim de que vós creiais. 36. Assim se cumpriu a Escritura: Nenhum dos seus ossos será quebrado. 37.E diz em outra parte a Escritura: Olharão para aquele que trans­pas­sa­ram”. Jo 19, 30-37 .

SÁBADO SANTO ,  DESCEU À MANSÃO DOS MORTOS

Cristo desceu, portanto, no seio da terra, a fim de que “os mortos ouçam a voz do Filho de Deus e os que a ouvirem vivam” (Jo 5,25). Jesus, “o Príncipe da vida”, “destruiu pela morte o dominador da morte, isto é, o Diabo, e libertou os que passaram toda a vida em estado de servidão, pelo temor da morte” (Hb 2,5). A partir de agora, Cristo ressuscitado “detém a chave da morte e do Hades” (Ap 1,18), e “ao nome de Jesus todo joelho se dobre no Céu, na Terra e nos Infernos” (Fl 2,10). Um grande silêncio reina hoje na terra, um grande silêncio e uma grande solidão. Um grande silêncio porque o Rei dorme. A terra tremeu e acalmou-se porque Deus adormeceu na carne e foi acordar os que dormiam desde séculos… Ele vai procurar Adão, nosso primeiro Pai, a ovelha perdida. Quer ir visitar todos os que se assentaram nas trevas e à sombra da morte. Vai libertar de suas dores aqueles dos quais é filho e para os quais é Deus: Adão acorrentado e Eva com ele cativa. “Eu sou teu Deus, e por causa de ti me tornei teu filho. Levanta-te, tu que dormes, pois não te criei para que fiques prisioneiro do Inferno: Levanta-te dentre os mortos, eu sou a Vida dos mortos”.  
Antiga Homilia do Sábado Santo (Séc IV)

DOMINGO DA PÁSCOA DE RESSURREIÇÃO. O TÚMULO VAZIO.

“ Eu sou  o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Último, o Começo e o Fim”
Ap 22,13.

Por Eliana Galván Gil