Dicas de passeios pelo Brasil

4 dicas lugares no Brasil que você precisa visitar

Caminhos da Fé- O Turismo religioso no Brasil e suas principais festas

Segundo dados do Ministério do Turismo de 2017, o Turismo Religioso movimentou cerca de 15 bilhões no país. Em 2016 o Instituto Gallup Internacional, liderou uma pesquisa de mercado e constatou que 63% das pessoas do planeta se consideram religiosas e 11% ateias.
O Brasil encontra-se no ranking em 23ª posição entre os mais religiosos, estando à frente da Argentina. Por ano uma média de quase 20 milhões de brasileiros procura o turismo religioso.
Neste artigo iremos falar de alguns destinos bastante procurados. Começamos por um bem concorrido que é o Círio de Nazaré em Belém do Pará.

1 – Círio de Nazaré – Belém do Pará

Esta festa é uma das maiores procissões católicas do Brasil e do mundo. É considerado Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial. Reúne cerca de dois milhões de romeiros e a cada ano atrai mais pessoas, numa caminhada pelas ruas da capital, disputando um lugar na corda, homenageando Nossa Senhora de Nazaré.
Celebrada no segundo domingo de outubro, a procissão que tem um percurso de quase 4 quilômetros, sai da Catedral de Belém e segue até a Praça Santuário de Nazaré, onde a imagem fica exposta num altar durante 15 dias, no período chamado de quadra nazarena.
Além do Círio outra manifestação da fé popular é a romaria fluvial que ocorre na semana do Círio, onde as navegações são lindamente enfeitadas com muitas flores.

Foto tirada do site: www.viagemeturismo.abril.com.br

2 – Dia do Romeiro – Juazeiro do Norte – Ceara

Padre Cicero Romão Batista (Padim Ciço) como é conhecido, tem a estátua mais visitada do Nordeste. São 27 metros lá no alto da colina no Horto. Próximo dali, temos o Museu Padre Cícero onde são guardados alguns objetos pessoais do religioso, além de pinturas, fotos, casa dos milagres, e sala das promessas, onde os romeiros deixam alguns pertences trazidos através das promessas.
A importância de Padre Cicero na cidade é enorme. Foi ele quem trouxe para Juazeiro a Ordem dos Salesianos, doou terrenos para construção do primeiro campo de futebol da cidade e também do aeroporto, construiu as capelas do Socorro, de São Vicente e a Igreja Nossa Senhora das Dores também.
O dia de Finados recebe uma legião de romeiros na cidade, costume esse que sempre foi incentivado pelo Padre Ciço e se estende até os dias de hoje. Faz parte do calendário da cidade dia 1° de novembro como o Dia do Romeiro, data onde chegam milhares de pessoas, para visita da estátua e o túmulo de Padre Ciço.
Os romeiros participam das missas na Igreja do Perpétuo Socorro e da festa do aceno com seus chapéus, simbolizando o mesmo gesto que Padre Cicero saudava o povo da cidade quando passava.
No ultimo dia 23 de março foi comemorado o aniversário de 175 anos do Patriarca do Sertão, com missas, exposições e uma intensa programação repleta de atividades religiosas e culturais.

Foto tirada do site da Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte

3 – Festa do Divino Pai Eterno – Trindade – Goiás

No primeiro domingo do mês de julho e os noves dias que o antecedem, são celebradas missas e novenas, junto com os tropeiros, encontro de jovens e o acolhimento dos carreiros do Divino Pai Eterno (procissão dos carros de boi), e os demais devotos que enchem as ruas da cidade.
São realizadas cerca de 100 missas, dezenas de novenas, além das procissões, vigílias, alvoradas que acontecem durante toda semana de comemorações.
No ano passado a cidade recebeu cerca de 3 milhões de fiéis. Conta à história que um casal de lavradores por volta de 1843 encontrou um medalhão de barro com a imagem da Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espirito Santo coroando a Virgem Maria. Como um sinal divino o casal começou a receber em sua casa pessoas em busca de benção.
O número de devotos foi crescendo e assim construíram uma pequena capela, visitada até hoje nos dias de festa.
A Via Sacra até a cidade tem 18 quilômetros de estrada conhecida com o Caminho da Fé, onde em sua extensão estão 14 painéis que retratam a Via Sacra. Outro momento de extrema emoção é a chegada à cidade, onde o romeiro deve passar pelo Portal da Fé, um monumento com mais de 20 metros de altura, onde existe uma cruz erguida e os fiéis acendem velas e fazem suas orações em agradecimento.
A Fita do Beijamento também é outra tradição, ela fica na Basílica do Divino Pai Eterno, e os fiéis peregrinam até ela para pedir bênçãos e agradecer aos pés da Imagem do Divino Pai Eterno. Assim como esta tradição tem também o Desfile dos Cavaleiros e Muladeiros, que começa na Igreja Matriz da cidade.

Foto tirada do site da diocese de Anápolis: www.diocesedeanapolis.org.br

4 – Festa de Nossa Senhora Aparecida – Aparecida

A Casa da Mãe Aparecida é considerada o quarto maior Santuário Mariano do Mundo. Em 2017 recebeu uma média de 13 milhões de romeiros durante o ano, devotos de todos os cantos do Brasil.
A festa do ano passado reuniu cerca de 160 mil romeiros, distribuiu cerca de 53 mil hóstias, teve um total de 325 Ministros, e só para a missa das 9h, 100 deles trabalharam.
A Rainha e Padroeira do Brasil foi encontrada no ano de 1717 nas águas do Rio Paraíba. Naquela época não era tempo de peixes, mais os três pescadores, Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso, entraram no barco, rezaram pedindo a proteção a Virgem Maria para que pudessem voltar à terra firme e com fartura, eram tempos difíceis.
Após várias tentativas, jogaram mais uma vez a rede, e para surpresa pescaram o corpo de uma imagem, lançaram novamente veio à cabeça que se encaixou perfeitamente ao corpo.
Missas são rezadas o dia todo em louvor a Padroeira no Santuário, e em todo município de Aparecida acontecem manifestações.
A devoção foi se espalhando pela cidade ao longo dos anos, Primeiro nas casas dos fiéis da região, depois uma capela foi construída, e hoje o Santuário lindo de Nossa Senhora Conceição Aparecida.
Sua proclamação como rainha do Brasil se deu em 16 de julho de 1930 pelo Papa Pio XI, e todo dia 12 de Outubro também comemorado Dia das Crianças rendemos nosso amor incondicional a Nossa “Mãe Negra”.

Foto tirada do site: www.a12.com/santuario

Por Lilian Bek