2˚ dia da Via Sacra da Ressurreição

SEGUNDA ESTAÇÃO

Os discípulos encontram o sepulcro vazio

C= Nós vos adoramos e vos bendizemos, Senhor Jesus Cristo!

T= Porque pela vossa santa Páscoa remistes o mundo!
(erguendo as velas e não ajoelhando)

Leitor 1: “Então o outro discípulo, que tinha chegado primeiro ao túmulo, entrou também. Ele viu e acreditou.”(João 20, 8)

C= Naquela manhã, Pedro e João correm juntos em direção ao túmulo de Jesus. Ao entrar na sepultura, João vê os panos que envolviam o corpo do Senhor e o sudário colocados no chão. Pedro entra e confirma que Jesus não está mais no sepulcro. Admirados e assustados, os discípulos começam a ver os primeiros sinais de que o Mestre não estava mais morto. Agora seria preciso aprender uma nova realidade: a Ressurreição de Jesus. A última e grande lição do Mestre de Nazaré aos seus discípulos: Ëu sou a ressurreição e a vida.”

Leitor 2: Como naquele tempo, também hoje, Jesus dá sinais de sua presença entre nós. Não vemos tudo nítido, mas através da fé, somos capazes de perceber uma realidade maior e melhor que está preparada para todos os que seguem Jesus: o Reino de Deus e a vida eterna.

INTERCESSÃO

C= A promessa de Jesus é o fundamento da nossa confiança. Invisível aos olhos da carne, ele habita em nós com seu Espírito, que guia e anima a Igreja. Supliquemos a ele, dizendo :
Guardai-nos no vosso amor.

  • Por vossa Igreja, para que, na tranquilidade ou na perseguição, saiba dar testemunho da esperança que está nela, nós vos suplicamos.
  • Para que vosso Espírito de verdade nunca deixe de suscitar profetas que obriguem a ver o nascimento de um mundo renovado pela vossa Páscoa, nós vos suplicamos.

C= Oremos.

Senhor Jesus, na Paixão o Pai ouviu vossa oração; possa a Igreja tanto nas provações como no sucesso, confiar na misericórdia do mesmo Pai, graças a vós, que viveis nos séculos eternos.

T= Amém.

C= Pela Ressurreição de Cristo.
T= Guardai-nos na Luz, ó Santa Mãe do Senhor.